Territorialidade, visão e prosperidade

Territorialidade, visão e prosperidade

O tempo profetizado pelo Senhor se aproxima cada vez mais, e o Seu Reino está próximo. A Igreja avança para cumprir o seu chamado, fazendo discípulos como Jesus disse em Mateus 28:18. Ela tornou a viver a missão que o Senhor deu ao primeiro ser humano – tornou a viver os planos de Deus, concebidos desde a Criação.

Hoje eu gostaria de compartilhar com você o que o Senhor tem me revelado sobre o Seu Reino e a sua essência.

 

Três características do Evangelho do Reino:

O Evangelho do Senhor possui 3 características específicas, que são como pilares para o entendimento do papel da Igreja no governo do Senhor.

Primeiro, é importante saber o que é o Reino de Deus, e conhecer um pouco sobre o seu funcionamento.

Para muitos, viver para o Reino é ter uma vida religiosa. Para eles, é um estilo de vida saudável, pois “fazem o que Deus diz”, mas na verdade estão sendo enganados.

A religiosidade é um demônio que imita o Reino.

Ela corrompe e mata.

O Reino na mente das pessoas é neutralizado pela religiosidade.

O governo de Deus é um reino político, pois ele domina e se expande, e a Criação existe com um propósito para ele!

 

O propósito do homem

Inicialmente, o homem recebeu a missão de reinar sobre a Criação.

O próprio Deus lhe deu tal poder, e lhe incumbiu de multiplicar a sua espécie e expandir o Jardim do Éden, onde habitava.

 

“Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra. E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento. E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez. Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. Houve tarde e manhã, o sexto dia.”

Gênesis 1:26-31

 

O homem vivia sob um governo. Ele estava debaixo do Reino dos Céus. O Reino do Deus que criou todas as coisas.

De tal modo, ele pertencia ao governo do Senhor, e sua missão era de expandir, de implantar esse reino.

No entanto, por ter desobedecido a Deus, os propósitos que foram dados a Adão não foram cumpridos durante a sua vida.

Deus, porém, teve um plano para restaurar o homem, para levá-lo a ser perfeito, como era no início: enviar Jesus Cristo.

Jesus nasceu como homem e como o “Segundo Adão”, para que, por meio de sua vida e morte, a missão que fora dada ao homem no início fosse concluída.

 

– 1ª característica do Reino: salvar.

O plano de Deus para a Criação é unicamente ligado a isso:

Expandir o Reino!

Ele busca aumentar o Seu governo. O propósito nele é alcançar a todos, torná-los perfeitos, como Ele os havia criado.

 

“…pois todos pecaram e carecem da glória de Deus…”

Romanos 3:23

 

O pecado afastou a humanidade de sua origem, e o Reino vem para devolver a identidade às pessoas. A identidade que Deus lhes deu no início.

Ele salva aqueles que se distanciaram e os reconecta com Deus.

O homem não foi criado para o Inferno. Foi criado para a glória de Deus.  Ele não foi criado para a miséria, mas sim para a abundância!

Ele não nasceu para viver em enfermidade, mas para ter saúde!

Deus não dá a enfermidade a ninguém, porque Ele fez você perfeito!

O homem foi criado para o amor!

Ele não é feliz nos prazeres mundanos, mas aos pés do seu Senhor!

A criatura só encontra a felicidade ao se reconectar com Deus, e Cristo o fez por nós.

Nada pode ocupar o lugar no coração que só o Senhor pode preencher.

 

– 2ª característica do Reino: transformar.

O espírito do Reino de Deus é transformador. Seja qual for a área em que você sente debilidade, o Reino traz a cura, porque esta é a função dele!

Jesus se manifestou para destruir a obra do Diabo, e para que o homem voltasse a ser quem era.

 

-3ª característica do Reino: implantar.

O propósito de Adão era o de implantar o Reino no mundo, fisicamente, e por causa do pecado, não o cumpriu.

Pela graça de Deus, Cristo se fez carne para completar o propósito de Adão, e por meio de seu sacrifício, concluiu o seu propósito.

Jesus implantou o Reino dos Céus.

Ele o implantou dentro de você!

 

“E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim.

Mateus 24:14

 

O agir do Reino

O Reino funciona com base em três princípios ligados entre si: territorialidade, visão e prosperidade.

 

– Territorialidade

 

– A batalha espiritual é uma batalha por territórios.

 

 “…nem deis lugar ao diabo.”

Efésios 4:27 (ARA)

 

O Diabo luta por território. Ele quer tomar o lugar de Deus e afastar você Dele!

A Igreja está nas linhas de frente na batalha por território. Lute por Cristo e conquiste o território para Ele!

– O Reino de Deus é um território espiritual.

 

“Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência.”

Lucas 17:20

 

– Este Reino invadirá a terra.

 

“…mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam;”

Mateus 6:20

 

O Reino é um território espiritual, mas ele reina sobre o território físico.

Um dia, o Reino dos Céus e o Reino da Terra estarão em harmonia. Eles habitarão juntos.

 

“Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre, como viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro. O Grande Deus fez saber ao rei o que há de ser futuramente. Certo é o sonho, e fiel, a sua interpretação.”

Daniel 2:44-45

 

– As portas do inferno não prevalecerão sobre a Igreja do Senhor!

 

“Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.”

Mateus 16:18-19

 

– Visão

A visão se baseia nos atos da Igreja. No que ela realiza em nome do Reino.

É a capacidade de ver onde o potencial que foi investido pode atingir você.

Se você quer viver para os propósitos do Reino, você não precisa pregar ou tornar-se conhecedor de toda a Palavra de Deus.

Muitos serão levantados para outros planos do Senhor.

Seja você um colaborador em uma empresa, um cineasta ou um esportista, leve o Reino com você!

O Senhor te confiou o lugar onde você está. Ganhe-o para o Senhor!

 

– Prosperidade

A prosperidade é o recurso enviado para realizar a visão que nos foi confiada. Ela faz parte de comer com abundância, ter com ampla suficiência e abundar em toda boa obra.

 

“E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra, como está escrito: Distribuiu, deu aos pobres, a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá semente ao que semeia e pão para alimento também suprirá e aumentará a vossa sementeira e multiplicará os frutos da vossa justiça, enriquecendo-vos, em tudo, para toda generosidade, a qual faz que, por nosso intermédio, sejam tributadas graças a Deus.”

2 Coríntios 9:6-11

 

Aquele que planta pouco, colhe pouco. A visão tem que ser maior do que o recurso.

Não se preocupe em como vai fazer para expandir o Reino. O Senhor deu a você uma visão. Ele vai financiar ela!

A colheita de hoje é a semente ontem. A colheita de amanhã, é a semente de hoje.

Deus te dá pão para comer e semente para plantar. Coma o pão, e plante a semente. Se comer o pão e também a semente, amanhã não terá a colheita, nem o pão.

O Diabo quer tomar aquilo que é de Deus. Ele quer invadir e roubar o território.

Jesus derrotou o Diabo e desfez a sua obra, e Ele nos garante:

 

“Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.”

João 14:12 (ARA)

 

Jesus venceu porque carregava o Reino junto com Ele!

Não pense que você é diferente de Jesus e que não pode fazer o que Ele fez!

Quer saber como vencer o Diabo?

Carregue o Reino com você por onde você andar!

Salve, transforme vidas! Implante o reinado de Cristo, porque só Ele é merecedor de toda a honra e toda a glória!

Viva pelo Reino, pelo seu propósito. E, quando chegar a hora, e encontrar com o teu Deus face-a-face, renda a Ele as tuas coroas, porque em todo tempo Ele esteve com você, e viver por Ele valeu a pena!

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.